Após operação da PF, presidente da Oi anuncia que deixará empresa

Segundo Eurico Teles, ele deixará a empresa em janeiro de 2020. O executivo disse também que a companhia "é só pepino"

O presidente-executivo da OiEurico Teles, afirmou nesta terça-feira que vai sair da companhia de telecomunicações em recuperação judicial em 30 de janeiro de 2020. Ele disse também que o conselho de administração da operadora escolherá um substituto para ele. “Estou aqui há 38 anos e essa companhia é só pepino. É só pepino. Tanto que foi para recuperação judicial. Por quê? Tinha dívida imensa, receita decadente, serviço fixo decadente”, disse Teles durante a entrevista.

Em entrevista a jornalistas convocada após a empresa ser alvo de operação da Polícia Federal mais cedo, o vice-presidente de operações da Oi, Rodrigo Abreu, afirmou também que a saída de Teles da empresa não tem relação com a ação das autoridades que investigam supostos pagamentos irregulares para uma empresa parcialmente controlada pelo filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Fonte | Veja

Loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.